Um momento de tristeza e luto

Todo o meu pesar e solidariedade ao povo de Santa Maria (RS) que acordou neste domingo com um incêndio que vitimou 245 universitários enquanto festejavam em uma boate.

A cidade de Niterói conhece bem essa dor quando perdeu mais de 500 pessoas, a maioria crianças, no incêndio do Gran Circus Norte-Americano em 1961. Ainda hoje o episódio é o maior incêndio com vítimas do Brasil. E é também uma marca na memória das famílias niteroienses. Quem se lembra dessa época ou ouviu as histórias, pode imaginar a comoção dos nossos irmãos de Santa Maria.

Não apenas um drama une as duas cidades. Niterói também é uma cidade universitária e todos os anos recebemos milhares de estudantes que aqui constroem seus sonhos e suas expectativas. Assim como fazem as suas festas.

Que Deus possa amparar em sua misericórdia os corações dos familiares e amigos das vítimas nesse momento de tristeza e luto.

Mais ações para o Parque Estadual da Serra da Tiririca

Incentivar a visitação e a prática de atividades ambientais são algumas das ações que deverão acontecer este ano no Parque Estadual da Serra da Tiririca. A ideia é criar um Centro Cultural para que turistas e moradores tenham acesso à arte, fotografia e filmes relacionados ao meio ambiente, com foco na educação ambiental.

Uma série de melhorias já foram realizadas na infraestrutura do parque para receber melhor seus visitantes. E, no primeiro trimestre do ano, vamos ter inaugurada a  Unidade de Polícia Ambiental (UPAm), que vai cobrir toda a área de Niterói e Maricá.

A organização da estrutura do parque é fundamental, também, para oferecer boas condições para a prática do ecoturismo na região, facilitar o trabalho de fiscalização e ajudar na preservação ambiental da área.

A questão da preservação ambiental, inclusive, é um tema recorrente no meu blog. Sempre defendi projetos e ações ligadas à área verde de Niterói. Sou autor, por exemplo, da lei que propõe a criação da Área de Proteção Ambiental da Água Escondida (APA).

É de minha autoria, também, o projeto de lei que propõe o tombamento da Chácara do Vintém, no Bairro de Fátima, que guarda o primeiro manancial de água potável da cidade.

O Parque Estadual da Serra da Tiririca é muito querido pelos niteroienses e sua conservação é um ato de cidadania.

Projeto para incluir educação em tempo integral na Constituição Estadual está em discussão na Alerj

Desde agosto do ano passado, está em discussão na Alerj, a inclusão na Constituição Estadual do Rio de Janeiro, a implantação da educação em tempo integral nas escolas públicas. Esse projeto é uma emenda ao artigo 308 da Constituição Estadual (PEC 38/2012), do deputado Bebeto (PDT).

A ideia é estender, progressivamente, o alcance do programa de ampliação da jornada escolar, mediante oferta de educação básica pública em tempo integral, através de acompanhamento pedagógico, de forma que o tempo de permanência das crianças e jovens nas escolas seja igual ou superior a sete horas diárias durante o ano letivo.

A importância de aumentar a jornada escolar significa repensar o tempo de escola, o que a criança faz e como o professor articula a aprendizagem a todas as atividades que são ofertadas. A educação integral deve ser pensada de forma que complemente o aprendizado do aluno. Tem todo o meu apoio.

Se hoje, a educação é a principal bandeira do PDT, devemos isso a Brizola, que foi fundador do partido, e um dos mais destacados líderes nacionais do país que sempre lutou pela causa.

Brizola contribuiu para abolir o analfabetismo no Rio Grande do Sul, onde construiu mais de 3 mil escolas. E, no Rio de Janeiro, implantou os CIEPs (Centros Integrados de Educação Pública).

A bancada do PDT na Alerj está lutando para a aprovação do projeto. Investir em educação é uma necessidade social. Fico na torcida!

Brizola, exemplo de lição

O Brasil está homenageando hoje os 91 anos de Leonel Brizola, político idealizador que deixou um legado de grandes realizações.

Brizola militou sob a inspiração do nacionalismo e do trabalhismo, pelo desenvolvimento do país, por mais dignidade para o povo brasileiro, pelos direitos e conquistas do trabalho e da educação.

A educação, inclusive, é a principal bandeira do PDT, partido que Brizola fundou em 1980, e pelo qual foi eleito governador do Rio de Janeiro por duas vezes.

Brizola contribuiu para abolir o analfabetismo no Rio Grande do Sul, onde construiu mais de 3 mil escolas. E no Rio de Janeiro, implantou o programa de educação integral, construindo 500 CIEPs (Centros Integrados de Educação Pública).

Leonel de Moura Brizola foi um dos mais destacados líderes do país que viveu pela política brasileira e lutou por um país que caminhasse por seus próprios pés. Morreu aos 82 anos, em 2004, e está entre os grandes heróis de nossa nação. Sem dúvidas, é exemplo de lição.