A cidade das bicicletas

O ano de 2012 está sendo marcado por vários encontros e eventos com o objetivo de promover a bicicleta como meio de transporte. Andar de bicicleta para mim é algo além da diversão, é um veículo e um modo de vida mais prático, saudável e sustentável.

A mobilidade urbana está em destaque nos debates e projetos promovidos na cidade. Bom exemplo foi o 2º Seminário Sobre Mobilidade Urbana Sustentável, onde discutimos questões de prioridade no planejamento urbano. Desse encontro, foi assinado um convênio para estruturar as várias modalidades de deslocamento da população, firmado entre a Nittrans e o Instituto de Política de Transporte e Desenvolvimento (IDTP).

Quando elaborei o Estatuto da Bicicleta para Niterói pensava em garantir o trânsito das bicicletas em uma sociedade cuja cultura de progresso é ter carro. O planejamento de trânsito, no Brasil, é estruturado apenas para automóveis. Mas a bicicleta também é um veículo e seu uso está garantido e regulamentado pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Como prefeito, pretendo avançar ainda mais na área, intensificando as ações e as metas que estabelecemos no Estatuto, como a implantação efetiva de ciclovias, ciclofaixas e vias compartilhadas em toda a cidade. Assim como melhorar a sinalização e a iluminação das vias. Oferecer serviço público de aluguel de biciletas e intensificar as campanhas de educação para o trânsito, garantindo mais respeito aos ciclistas.

Se levarmos em conta que o CTB já possui normas de conduta para o tráfego compartilhado de veículos motorizados e bicicletas, devemos persistir nas ações educativas, assim como na fiscalização. Mudar os hábitos dos motoristas e dos próprios ciclistas é, sem dúvida, o maior desafio. Mas eu acredito em uma Niterói ciclável.

Vamos transformar Niterói na cidade da bicicleta!

Postado em Eleição, Mobilidade Urbana, Niterói do Futuro e tageado com , , , por Felipe Peixoto. Favorite o link.

Sobre Felipe Peixoto

Sou Felipe Peixoto, niteroiense com muito orgulho, casado com Graziela, pai de Clara e Mariana e vice-presidente do PSB. Tenho 40 anos, todos eles vividos em Niterói. Minha paixão pela política vem desde a infância. Comecei bem cedo, aos 9 anos, instalando na garagem da minha casa, no Pé Pequeno, em Niterói, um comitê mirim para a campanha de Darcy Ribeiro a governador do Estado do Rio em 1986. Adquiri muitas experiências ao longo desses 30 anos, 18 deles dedicados ao serviço público, e todos essenciais para o meu amadurecimento e preparo para seguir firme, adiante, na luta em defesa por melhorias da qualidade de vida da população. Conheça mais sobre minha trajetória no meu site: www.felipepeixoto.com.br. Acompanhe lá detalhes das leis que apresentei na Assembleia Legislativa do Estado do Rio e na Câmara Municipal de Niterói, cidade onde nasci, sempre vivi e escolhi para continuar com minha caminhada, servindo ao povo e criando minhas filhas.

5 comentários em “A cidade das bicicletas

  1. Pingback: Eu sempre acreditei numa Niterói ciclável | Blog do Felipe Peixoto

  2. Niterói é Cidade Sorriso
    Brisa fresca, sol e mar
    É o vento que risca a orla
    Mais linda que Deus desenhou
    O arquiteto concluiu

    É Praia Grande pra sonhar
    Pra Gente Grande e culta
    Pra Gente Grande e simples
    Pra Gente de sorriso fraterno
    Pra Gente de peito aberto

    Niterói é por do sol
    É o luar e a Praia nua
    É verão de luz e brisa
    É a infância da juventude
    É a sabedoria da melhor idade

    Niterói é luz nas almas
    É a aldeia de luz
    É a oca da arquitetura
    É a passarela da diplomacia
    É o eco da natureza.

  3. As ciclovias atuais da cidade precisam de uma barreira física. mesmo que sejam uma guia de calçada. A vantagem do Skate sobre as bicicletas no transporte, é que a bicicleta precisa de local para guardá-la, e o skate é levado na mão.

  4. A bicicleta é um dos trtansportes do futuro e que sobreviveu ao tempo. Saudável, não polui, dá prazer e nos exercita. Porém, estamos longe de conseguir uma atenção especial do governo, no que se refere a criação e manutenção de ciclovias coerentes e de fácil uso além de um programa de educação constante para motoristas de automóveis, ônibus e caminhões, principalmente os de serviços públicos que nada respeitam. Outra coisa que a prefeitura poderia implementar é a advertência e multa para todos aqueles que bloqueiam as ciclovias em qualquer hora do dia. Não pode ser diferente para quem tem a pretensão de fazer de Niterói a cidade das bicicletas. Se for sério e comprometido, conte com o apoio da Bikerides.

  5. Notei que a cidade está cheia de pistas exclusivas para bicicletas, mas confesso que não tenho coragem para usá-las. Simplesmente ninguém respeita. Carros trafegam e estacionam normalmente, ignorando completamente a pista. Não há segurança nenhuma para os ciclistas. O simples fato de pintar uma faixa vermelha no chão não indica que a cidade tem ciclovias. Temos que educar a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *