À Deriva

 

Foto: Sérgio Luiz/internetUtilizar as barcas como opção de transporte é sinônimo de transtorno. Esses dias um usuário comentou comigo que chegou às 18h20 no terminal da Praça XV com a intenção de ir rápido a Niterói para um compromisso. Na teoria, ele deveria embarcar às 18h30 e concluir a viagem em 20 minutos. Pelo menos, isso foi o esperado. Mas, na prática, a pessoa em questão, que não é de Niterói, só conseguiu embarcar no horário de 19h e reclamou com razão.

Neste horário, filas imensas de usuários aguardam somente a entrada no hall do terminal. Não por acaso, a mesma situação se repete na parte da manhã no terminal de Araribóia em Niterói. Infelizmente, este usuário teve uma amostra nada agradável daqueles que dependem das barcas para trabalhar ou estudar todos os dias. Péssimo cartão de visitas para cidade inclusive.

O transporte por barcas é a melhor alternativa para quem precisa transitar entre o Rio e Niterói. Mas as melhorias oferecidas pelas Barcas SA nos últimos anos não acompanharam na mesma velocidade o crescimento da demanda. E a concessionária não parece estar com pressa de resolver um problema que a envolve diretamente. Até mesmo o próprio Sérgio Cabral falou na semana passada sobre a dificuldade de negociação com a empresa. A diretoria não consegue decidir se vale a pena reduzir o custo da passagem em troca de duas barcas e um terminal da Transtur a ser cedido pelo Estado.

Falando nisso, o governador já deu aval para que as Secretarias de Transporte e de Desenvolvimento Regional levem adiante a construção do Porto Praia da Beira em São Gonçalo, que prevê um terminal de passageiros para transporte intermunicipal. O objetivo é que esteja concluído até 2014. A divisão das viagens com destino a São Gonçalo e Niterói vai ajudar a melhorar as condições de viagem dos usuários, reduzir a dependência da ponte e contribuir para o desenvolvimento de toda a região.

Postado em Mobilidade Urbana e tageado com , , , , , , por Felipe Peixoto. Favorite o link.

Sobre Felipe Peixoto

Sou Felipe Peixoto, niteroiense com muito orgulho, casado com Graziela, pai de Clara e Mariana e vice-presidente do PSB. Tenho 40 anos, todos eles vividos em Niterói. Minha paixão pela política vem desde a infância. Comecei bem cedo, aos 9 anos, instalando na garagem da minha casa, no Pé Pequeno, em Niterói, um comitê mirim para a campanha de Darcy Ribeiro a governador do Estado do Rio em 1986. Adquiri muitas experiências ao longo desses 30 anos, 18 deles dedicados ao serviço público, e todos essenciais para o meu amadurecimento e preparo para seguir firme, adiante, na luta em defesa por melhorias da qualidade de vida da população. Conheça mais sobre minha trajetória no meu site: www.felipepeixoto.com.br. Acompanhe lá detalhes das leis que apresentei na Assembleia Legislativa do Estado do Rio e na Câmara Municipal de Niterói, cidade onde nasci, sempre vivi e escolhi para continuar com minha caminhada, servindo ao povo e criando minhas filhas.

5 comentários em “À Deriva

  1. mar29 Oi!Estamos pagando o pree7o do dasecso de todos os governantes.A cidade este1 crescendo, a necessidade das pessoas se deslocarem este1 cada vez maior e ne3o temos uma rede que nos atenda, pois sempre pensaram reativamente.O metrf4, que se tivesse sido levado a se9rio diminuiria os impactos do aumento populacional e9 uma piada de mau gosto.Os BRT’s, que este3o sendo vendidos como solue7e3o, je1 ve3o iniciar as atividades saturados, pois se3o transportes coletivos de alta capacidade, e o que precisamos e9 de transporte de massa.Outra queste3o e9 o sentido do deslocamento. Je1 passou da hora do Estado patrocinar novos centros para que as pessoas ne3o precisem mais vir ate9 a capital para trabalhar.Niterf3i, Duque de Caxias, Nova Iguae7fa, Macae9, Campos, Petropf3lis, Angra dos Reis entre outras cidades precisam ser atrativas do ponto de vista econf4mico para as empresas a fim de que gerem negf3cios e empregos nessas regif5es.Enfim, se o trabalho dos governantes for feito por gestores competentes he1 solue7e3o.

  2. Desrespeito com os horários, calor insuportável, total desconforto nos terminais e nas embarcações, despreparo total das tripulações em casos de acidentes… Ok, pelo visto as denúncias já foram feitas. E agora, quais estão sendo as ações dos nossos representantes políticos (incluo o Felipe)?

  3. Engraçado… Ninguém da secretaria estadual de transporte fala mais da Linha-3 do Metrô que vai desafogar o trânsito das duas cidades. Só se fala nessa vergonha de Barca que só traz atormentação.

  4. É engraçado. Há mais de dez anos ouço falar do terminal em S. Gonçalo e nada! É mais que óbvio que sem êle não há solução para os horários de pico mas mesmo assim o terminal não sai, porém está sempre presente nas promessas eleitorais.
    Sabemos que vai custar caro (acessos, novas linhas de onibus, estacionamento, desemprêgo em Niterói, etc) mas é a única solução. Não acredito que venha a ser construído nos próximos anos.

  5. Realmente os serviços prestados pela Barcas SA estão muito precários, não faltam reclamações! E pra completar agora as mesmas vão parar de transitar no período da madrugada. É um retrocesso absurdo! Algo precisa ser feito, a população não pode mais ficar a merce de interesses do setor privado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>