Obrigado por tudo!

Mais de 92 mil pessoas expressaram neste domingo o desejo real de mudar Niterói, confirmando nas urnas o 40. Além dos familiares, minha base para prosseguir firme e forte, nelas estão os muitos amigos que fiz em meus 39 anos de vida, 30 deles dedicados à militância. Há também os que chamo de irmãos de caminhada, aqueles que se juntaram a nós e seguem reforçando o meu propósito de lutar por uma cidade melhor. Entre eles encontramos o nosso vice Antônio Rayol que nos enriqueceu com a sua parceria; os candidatos a vereador que estiveram lado a lado conosco; e muitos outros políticos e personalidades que apostaram na nossa empreitada pela Prefeitura.

Uma empreitada que começou em março desse ano, quando fui acolhido pelo PSB, partido que abracei com garra e muito trabalho para devolver sua importância no cenário político de Niterói. E conseguimos! Em menos de cinco meses conquistamos o apoio de outras dez legendas, reunidas na nossa coligação Cidade Limpa. Com ela vivemos intensamente os últimos três meses de mobilização nas ruas, na internet e demais redes sociais, mostrando a nossa disposição e vontade de transformar Niterói em uma Cidade realmente Limpa. Com ela vamos seguir em busca do sonho de ver Niterói de novo segura, sem corrupção e com paz! Exatamente como definimos a nossa #CidadeLimpa. Sem dúvida, objetivos muito maiores do que uma campanha.

E seguimos rumo à mudança que se faz urgente, pois é lamentável ver 148.280 pessoas votando branco, nulo ou se abstendo, simplesmente mais de 15% dos votos que reelegeram a atual administração. Isso não só revela a insatisfação generalizada com a política e com a organização da nossa democracia, como demonstra que a população está mais atenta e contra a falsas promessas. Por isso, vamos prosseguir cumprindo com o nosso dever de fiscalizar e defender a nossa cidade.

Agradeço a todos que confiaram e certamente confiam no nosso ideal de cidade, reunido no Programa de Governo colaborativo que construímos com a população e apresentamos na campanha limpa, forte e linda que fizemos. Levarei para sempre em minhas lembranças cada abraço, cada palavra de apoio, todo o carinho recebido, prova de que valeu a pena o enorme desafio que enfrentamos e nos faz sentir vitoriosos. Afinal, foi uma campanha na sola do sapato, sem dinheiro e sem o apoio dos caciques da política.

E assim continuamos trabalhando por uma Niterói melhor, acompanhando e cobrando para que os projetos não fiquem só no papel. E mais: lutando por uma Niterói com as crianças na escola, atendimento básico de saúde e projetos de mobilidade diferenciados. Uma cidade onde o povo se orgulhe verdadeiramente de viver.

Um forte abraço,
Felipe Peixoto!

Vamos rumo à vitória!

Estamos a pouco mais de 20 dias das eleições. Como passou rápido. Lembro como se fosse ontem o dia que Pezão me convidou para ser seu vice. Foi uma emoção sem tamanho. Logo depois veio a decisão do partido de retirar minha candidatura. Aquele foi um dia difícil. Mas nada que um dia seguinte não superasse.

Eu sabia que deveria seguir em frente, de cabeça erguida. Honrando meus princípios e ideais. Abri mão de pleitear uma reeleição estadual e também de vir como deputado federal que era, inclusive, minha ideia inicial. Decidi manter meu apoio e segui como coordenador da campanha de Pezão. Fiz a coisa certa.

Estou concentrando todas as minhas ações na reeleição de Pezão, porque entendo que sua candidatura é muito importante para dar continuidade ao processo de mudanças que vivemos nos últimos anos no nosso estado. A campanha está na reta final para o primeiro turno. E Pezão subindo cada vez mais nas pesquisas.

Com certeza será um caminho vitorioso. Já está sendo. Pezão é um tocador de obras e tem trabalho, muito trabalho, pra mostrar. Esse é o governo que investiu em saúde pública como há muito não se via. Implantou hospitais mais eficientes, centros de diagnóstico de primeira linha e atenção emergencial em áreas onde não havia nada.

Foi esse mesmo governo que, desde 2011, implantou um cronograma, que segue em execução, objetivando atingir o índice de 100% das escolas estaduais em tempo integral. Sem contar que a educação estadual deu um grande salto no ranking do Ideb passando do 15º para o 4º lugar, recebendo a terceira melhor nota do país.

É ainda o mesmo governo que vem mudando a realidade de quem mora na Região Metropolitana com obras de infraestrutura como o Bairro Novo.

Por isso, se você recebeu na sua casa, ou até mesmo na rua, o material de campanha do Pezão, leia. Ali tem suas propostas para cada região do estado. É essencial estarmos juntos, unidos nesse objetivo de elegermos Pezão governador. Enquanto outros candidatos insistem em bater, Pezão faz diferente e mostra serviço.

Por isso eu peço o seu voto para continuarmos essa mudança que só começou. Vote em Pezão (15) para governador. Peço também que votem em Comte Bittencourt (23.601) para deputado estadual, Soraya Santos (1513) para deputada federal e Carlos Lupi (123) para Senador. São meus candidatos. Com eles Niterói estará muito bem representada. Neles eu boto fé.

Um fim de semana agitado!

Esse foi um fim de semana de muita agitação. Começamos o sábado (23), com um grande encontro em São Gonçalo de Pezão com mais de 300 pastores e lideranças evangélicas. Conosco estavam os candidatos Graça Matos, Soraya Santos, Filipe Ferreira, Aparecida e Marcio Panisset, só para citar alguns.

De lá, seguimos para uma caminhada no Rodo. Foi muito bom ouvir dos moradores suas sugestões e propostas. É o tipo de campanha que gosto. E depois da pausa para o almoço no tradicional Bar do Ferreirinha, fomos inaugurar o comitê do candidato José Luiz Nanci. E não paramos por aí.

Seguimos para mais uma caminhada, agora no Porto da Pedra, com o candidato Dilson Drumond. Campanha de verdade se faz na rua, ouvindo quem muito tem pra nos dizer, e pedindo voto. Foi bonito ver a galera aderindo à nossa campanha.

Mas o dia ainda nos reservou uma grandiosa carreata com o deputado Rafael do Gordo. Passamos pelo Porto do Rosa, Mutuaguaçu, Fazenda dos Mineiros, Salgueiro, Itauna e Luiz Caçador, terminando na Praça da Trindade.

E domingo, dia 24, foi o dia da turma “Sou Felipe, Sou Pezão” também ir pra rua. Fizemos um grande bandeiraço no Largo da Batalha, em Niterói. Temos ainda muito chão pela frente e muita campanha pra fazer. Disposição não falta. Vamos em frente!

Luiz Fernando Pezão para Niterói: a mudança só começou

Começou a circular o caderno de campanha do Pezão com as propostas de governo voltadas para Niterói. Com orgulho, quero falar de três ações em especial, que são frutos de causas que sempre defendi, e que foram agregadas ao Plano de Governo.

O policiamento comunitário, por exemplo, é luta antiga minha para a área de segurança pública. Uma iniciativa inicialmente implantada em Santa Rosa e depois estendido para outros bairros da Zona Sul, da Zona Norte e da Região Oceânica, mas que com o passar dos anos sofreu revezes até ser desativado.

Além das três Companhias Destacadas, as Delegacias Legal e a Divisão de Homicídios instaladas em Niterói intensificando as ações de segurança na região, com Pezão eleito, além de três Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) implantadas, vamos ter o retorno do policiamento comunitário nas ruas da cidade.

Outra grande proposta é a revitalização do Horto, no Fonseca, que vai ser transformado em uma extensa área de lazer para a população. O Palácio Euclides da Cunha será restaurado e vai abrigar uma Biblioteca Parque, nos mesmos moldes das que existem na Rocinha e em Manguinhos, com acervo literário, oficinas e plataformas multimídia.

A reforma do Caio Martins também está em pauta. Com Pezão, o estádio vai ser revitalizado e transformado em um parque para a toda a família. Esse novo espaço terá atividades de lazer e de esportes gratuitas para todas as idades, além de ampla infraestrutura com vestiários, acesso à internet, pistas de skate e quadras diversas. Niterói terá um complexo de lazer e esporte.

Esse, inclusive, é um desejo antigo meu, que trouxe pra discussão quando concorri à prefeitura de Niterói. O Caio Martins é importante para o esporte, para a cidade e faz parte da nossa história. E de vital importância na formação de atletas. Essa reconquista é um direito dos niteroienses!

É por esses e outros motivos que é importante elegermos Pezão. E para que isso aconteça, é essencial estarmos juntos, unidos nesse objetivo. Eleger Pezão é fundamental para garantir que sigamos no rumo certo. É a continuidade de um processo de mudanças profundas e grande relevância no nosso estado. A mudança só começou.

O sucesso da nossa primeira ação de rua

Nossa caminhada deste sábado no Jardim Catarina, em São Gonçalo, foi um sucesso! Foi muito bonito e emocionante ver mais de 300 pessoas cantando num só coro o jingle da campanha de reeleição do governador Pezão que, de tão contagiante, já está na boca do povo.

 Por volta das 10h30, saímos da Rua Ouro Fino, próximo à Niterói-Manilha, em direção à Avenida Doutor Albino Aparato, a principal de Jardim Catarina, um dos muitos bairros da Região Metropolitana contemplados pelo Programa Bairro Novo, do Governo do Estado.

Caminhamos duas horas, por mais de 20 quadras do Jardim Catarina, maior loteamento da América Latina. Por onde passamos, ouvimos palavras de apoio e incentivo que nos dão a certeza de que estamos no caminho certo. E me marcou o abraço caloroso que recebi da professora Dalva Rodrigues, de 65 anos, que mora em Apolo II e tem uma creche filantrópica no Jardim Catarina, a Amor Maior.

Dona Dalva falava da sua alegria em ter de volta a qualidade de vida com a chegada do asfalto em ruas onde, antes, existia lama e poeira. O Bairro Novo melhorou a infraestrutura e trouxe mais dignidade aos moradores de Jardim Catarina. Bom ver esse sorriso estampado no rosto das pessoas!

Eu digo e repito: a candidatura de Pezão é muito importante para dar continuidade não só ao Bairro Novo, mas a um processo de mudanças muito positivas que nosso estado tem vivido. Para que isso aconteça, é essencial estarmos juntos, unidos nesse objetivo. Obrigado a todos que estiveram conosco no Jardim Catarina, bairro escolhido para receber nossa primeira grande ação nas ruas para reelegermos Pezão governador.

Sou Felipe, Sou Pezão governador

Quero aproveitar esse espaço para agradecer a todos o apoio que tenho recebido nesses últimos dias. Com certeza, são as palavras de carinho e solidariedade, que nos fortalecem. E reafirmo que a luta continua!

Como todos também sabem, minha ideia inicial era vir candidato a deputado federal, mas por uma vontade do partido, meu nome foi indicado a vice na chapa do governador Pezão. E como tudo pode mudar, também por decisão do PDT, deixei de concorrer à vaga.

Com isso, atendendo a um convite do governador, assumi a função de coordenador na campanha de Pezão. Sem dúvida, trata-se de um grande desafio, o qual encaro com serenidade, ciente da importância de reelegermos o governador.

Pezão representa a continuidade de um processo de mudanças profundas no Estado do Rio. Pela primeira vez desde o último governo Brizola, a segurança pública foi gerida pensando não só em quem mora nas áreas nobres, mas sobretudo em quem vive naquelas áreas mais esquecidas. Igualmente, foi esse governo que decidiu, desde 2011, implantar um cronograma, que segue em execução, objetivando atingir o índice de 100% das escolas estaduais atuando em tempo integral.

É o governo que investiu em saúde pública como há muito não se via, implantando hospitais mais eficientes, centros de diagnóstico de primeira linha e atenção emergencial em áreas onde não havia nada. É o mesmo governo que acabou com a política do “pão e circo” para levar obras de infraestrutura para a Região Metropolitana e para todo o interior do estado. Um desses exemplos é o Programa Bairro Novo.

Eleger Pezão é fundamental para garantir que o Estado do Rio siga no rumo certo. É por isso que, a partir de agora, decidi concentrar todas as minhas ações nesse único objetivo. E já arregacei as mangas. Ontem, dia 10, promovemos um grande café da manhã, no Centro do Rio, com Pezão, o presidente do PDT e candidato ao Senado Carlos Lupi e mais de 100 candidatos a deputado do PDT, numa bela demonstração de apoio do partido a esse projeto.

Esse apoio, claro, será mútuo. E é muito mais fácil pedir votos por quem fez, faz, e muito tem realizado em favor do nosso estado. Por isso temos que olhar pra frente e garantir a eleição de Pezão, que começou sua história política no PDT e tem grande afeição pelo partido, além dos grandes ensinamentos que teve de Leonel Brizola. Pezão é um grande companheiro. E política de verdade se faz assim, com união e parceria.

Amanhã teremos mais um grande encontro, agora na rua. Vamos caminhar por ruas do Jardim Catarina, em São Gonçalo, um dos muitos bairros da Região Metropolitana que foram contemplados com o Programa Bairro Novo, do Governo do Estado. E conto com o apoio e a participação de todos que, assim como eu, querem Pezão governador. Divulguem, compartilhem, compareçam. Vamos abraçar essa ideia: a mudança só começou.

A luta continua!

Quero aproveitar esse espaço para agradecer a todos o apoio que tenho recebido nesses últimos dias. Com certeza, são as palavras de carinho e solidariedade, que nos fortalecem. E reafirmo que a luta continua!

Como todos também sabem, minha ideia inicial era vir candidato a deputado federal, mas por uma vontade do partido, meu nome foi indicado a vice na chapa do governador Pezão. E como tudo pode mudar, também por decisão do PDT, deixei de concorrer à vaga, e sigo como coordenador da campanha majoritária.

O que posso dizer agora é que não vou me abater. Sigo em frente apoiando Pezão, e conto com vocês para o reelegermos governador! A candidatura de Pezão é muito importante para dar continuidade ao processo de mudanças que vivemos nos últimos anos em nosso estado.

A campanha já começou e até outubro, temos um longo caminho a percorrer. Mas, com certeza, será um caminho vitorioso! Lado a lado com Pezão vamos percorrer cada canto do nosso estado e propagar essa ideia. A mudança só começou.

Mais uma vez, muito obrigado a todos que demonstraram amizade e carinho quando mais precisei. Quem conhece minha trajetória sabe dos meus princípios e o quanto luto por uma política ética e transparente. Vou em frente de cabeça erguida. Sempre.

O desencanto dos jovens pela política

Os mesmo jovens que, há um ano, foram às ruas pedir mudanças na política do Brasil, são os mesmos que não tiraram título de eleitor e deixarão de exercer sua cidadania nas próximas eleições de outubro. Ou, pelo menos, parte deles. Segundo informações do IBGE, apenas 25% dos brasileiros com 16 e 17 anos regularizaram sua situação e poderão votar.

Desde 2006, esse índice vem registrando quedas sucessivas. Naquele ano, o grupo de eleitores facultativos (menores de 18 anos) representava 39% da população nessa faixa etária. Em 2010, encolheu para 32%. Hoje, esses 25% representam apenas um quarto da população nessa faixa etária. Um resultado que mostra o quanto a juventude brasileira está indiferente em relação às urnas.

Ao que parece, aqueles que agora teriam o direito de eleger seus representantes demonstram não acreditar no direito de escolha como meio de transformação do país. Eis, então, que surge um cenário totalmente novo na história. Pela primeira vez o Brasil terá mais eleitores idosos, com mais de 60 anos, do que com idades entre 16 e 24 anos. O que pode influenciar os rumos das políticas públicas.

A conclusão que fica ao analisar a queda do número de títulos tirados pelos adolescentes de 16 e 17 anos é que os jovens parecem desinteressados pela política. Há um descontentamento. A política nacional não está conseguindo atingi-los. Eles não se sentem representados politicamente. Preferem ganhar tempo.

Penso que a participação ativa e construtiva do jovem na busca por um novo tipo de comprometimento político é um motor potente para a sociedade, que ganha em democracia e na capacidade de enfrentar os problemas que a desafiam. Se por um lado há o descrédito dos jovens brasileiros nos políticos, por outro existe a certeza do quanto esse voto pode fazer a diferença nas urnas.

Os jovens precisam acreditar que podem mudar a política e escolher o futuro do nosso país. Se todos se conscientizarem que só participando intensamente conseguirão mudar este estigma, a esperança irá prevalecer.

Vamos juntos por um Rio cada vez melhor

Foi dada a largada! Demos mais um passo importante rumo ao futuro do nosso estado. Na convenção estadual do PDT que realizamos na segunda, dia 16, na Fundação Leonel Brizola-Alberto Pasqualini, meu nome foi oficializado como vice na chapa do governador Pezão, candidato à reeleição. Agora é esperar pela convenção do PMDB que vai acontecer nos próximos dias.

Se a expectativa já era grande, agora, é ainda maior. É claro que estou muito feliz de estar ao lado do Pezão nessa disputa, mas sei da grande responsabilidade que tenho pela frente, como representante do meu partido nessa empreitada. E nessa projeção vejo a chance de darmos continuidade com o compromisso de seguirmos adiante, agora juntos, com nosso trabalho em benefício da população.

Eu e Pezão, inclusive, temos muito em comum. Temos caminhos parecidos. Fui vereador por dez anos, assim como ele. Que por sinal começou sua trajetória política no PDT, como eu. Não tive a oportunidade ser prefeito como Pezão foi, mas o destino me reservou um desafio muito maior. E chance de poder fazer ainda mais pelo nosso estado honrando a história de lutas e conquistas do meu partido.

Ao lado do Pezão, tenho acompanhado inúmeras inaugurações nas mais diversas regiões do estado como o Destacamento do Corpo de Bombeiros, em Bom Jardim, na Região Serrana; a Delegacia da Mulher, em Campos, no Norte Fluminense; e as mais recentes ruas contempladas pelo Bairro Novo em Itaipuaçu, na Região Metropolitana. A candidatura do Pezão é muito importante para darmos continuidade a avanços como estes.

Muito obrigado a todos que prestigiaram nossa Convenção. Que aprovaram minha indicação a vice. Que acreditam e confiam no propósito da aliança firmada entre o PDT e o PMDB. Encarar uma campanha eleitoral não é tarefa das mais fáceis. A pressão é enorme. Mas com garra e disposição, sigo em frente nessa nova trajetória que começa em breve. E vamos juntos! Unidos por um Rio cada vez melhor com Pezão governador.

Minha indicação à vice-governadoria do Estado

Ontem, durante a reunião do diretório estadual do PDT, foi aprovado o indicativo de manutenção da aliança firmada entre o nosso partido e o PMDB, garantindo poderes para a executiva estadual concluir as negociações a esse respeito até a convenção partidária que acontece em junho.

Meu nome foi indicado pelo partido para compor a chapa com o governador Luiz Fernando Pezão, pré-candidato à reeleição ao Governo do Estado. Isso me coloca numa posição de grande responsabilidade, como representante do PDT nessa empreitada.

Com isso, firma-se um novo cenário diferente do qual vínhamos traçando desde que deixei oficialmente a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca (a Sedrap), e reassumi minha cadeira na Alerj, na expectativa de vir candidato a deputado.

Quero dizer que esse resultado é a continuidade de um compromisso assumido há quatro anos, quando fui eleito deputado estadual e, pouco depois, quando assumi a Sedrap, de poder fazer mais por Niterói e pelo nosso estado. A chance de seguirmos adiante com nosso trabalho em benefício da população.

Essa projeção não era algo que pensava de imediato, confesso. Meu objetivo, como disse há pouco, era vir como deputado federal, no intuito de, assim, poder fazer ainda mais por Niterói. Mas, se nesse momento, o PDT sente a necessidade de que meu nome faça parte dessa chapa majoritária, estou pronto para encarar mais este desafio.

A candidatura de Pezão é muito importante para dar continuidade aos avanços que vivemos nos últimos anos em nosso estado, e o nosso partido reafirma sua crença nesse companheiro.

Reassumo o compromisso de defender as bandeiras do PDT e de Leonel Brizola, como sempre fiz ao longo da minha trajetória na política desde a infância, quando aos nove anos fundei o Comitê Mirim. Posso dizer com orgulho que o PDT faz parte da minha vida.

Este será, claro, um desafio muito maior. Mas seguirei firme honrando o histórico de lutas, conquistas e ideais de Brizola e do PDT. Um partido que fez história no Estado do Rio de Janeiro, sempre ao lado do povo trabalhador.