Novas barcas para a travessia Rio-Niterói

Semana passada, o Governo do Estado adquiriu mais nove barcas para a travessia Rio-Niterói. Sete delas são da empresa chinesa Afai Sothern Shipyard, com dois mil lugares, e as outras duas do estaleiro cearense Inace, com capacidade para 500 passageiros. Essas embarcações devem entrar em operação daqui a dois anos.

Para o Governo, essa parceria com a China é importante já que nas concorrências públicas, o país oferece mais qualidade, preço e prazo. Além disso, essas embarcações são 70% mais eficientes energeticamente. Um dos modelos, por exemplo, é movido a gás, o que reduz a poluição a zero.

As novas barcas terão ar condicionado e um sistema moderno de navegação com proa dupla, o que vai permitir a atracação nos dois terminais, sem manobras. A velocidade dessas embarcações vai permitir uma travessia de 15 minutos e o número das acomodações vai dobrar.

O transporte por barcas é a melhor alternativa para quem precisa transitar entre Rio e Niterói. Mas as melhorias oferecidas pela companhia ainda não conseguem acompanhar a demanda na mesma velocidade. Essa nova aquisição é parte de uma série de investimentos em curso no sistema, assim como a modernização e ampliação das estações de embarque.

Com isso, espera-se agora solucionar alguns dos problemas que mais afligem os passageiros como a superlotação e a demora no tempo de espera entre as travessias, principalmente nas horas de maior movimento. Como usuário das barcas também espero por melhorias.