Novos trens para o incremento da nossa mobilidade

Chegou ao Porto do Rio o terceiro lote de trens chineses adquiridos pelo Governo do Estado para atuar nos ramais de trens da SuperVia. São quatro composições, com quatro vagões cada um, e capacidade para transportar aproximadamente 1,2 mil passageiros cada.

Os trens chineses fazem parte da renovação do sistema ferroviário do Rio teve início em 2009 quando começaram a entrar em operação. Atualmente, 30 composições do primeiro lote comprado na China e um trem do segundo lote, que teve a entrega adiantada, já atendem à população.

Já nos próximos dias, esse novo lote passa pela primeira inspeção no Porto e, em seguida, vai para Deodoro, onde será submetido a testes estáticos, dinâmicos e simulações para que possa começar a operar. A previsão é que os novos trens comecem a circular na semana que vem.

E, durante uma semana, eles circularão das 10h às 15h no ramal de Deodoro até que sejam inseridos à grade regular do sistema ferroviário. Outras três composições estão em fase final de testes e, até dezembro, um lote de quatro trens vai desembarcar no Rio a cada mês.

Os novos modelos contam com ar-condicionado; sistema automático de detecção de descarrilamento (que permite prever qualquer alteração nesta engrenagem antes de um incidente); quatro telas de LCD por vagão, onde serão exibidos conteúdos de entretenimento para os passageiros; tratamento acústico, para diminuir o ruído interno; monitores que informam sobre a próxima estação; e circuitos interno e externo de TV, que possibilitam ao condutor a visualização das plataformas e vagões.

A Supervia, concessionária que administra o serviço ferroviário, atende a cerca de 640 mil passageiros por dia. Número que vai aumentar significativamente com a aquisição das novas composições. Serão 840 mil novos lugares por dia. Mais comodidade para os usuários. Grande investimento na mobilidade do nosso estado.