Mais Pezão para Niterói

Dando continuidade ao artigo que publiquei na semana passada sobre algumas das propostas de governo de Pezão para Niterói, hoje quero falar sobre seus objetivos para a Saúde, Mobilidade e Qualificação Profissional, áreas tão importantes e essenciais para que Niterói continue no caminho certo.

Com Pezão teremos um novo Hospital Azevedo Lima, que será totalmente reformado. Teremos uma unidade do Rio Imagem, com modernos laboratórios de exames radiológicos gratuitos, a exemplo da que existe no Centro do Rio, que completou dois anos de atividade em 2013, realizando mais de 270 mil exames, sendo referência para a população e para os médicos.

E por falar em médicos, teremos mais seis mil profissionais contratados para ampliar o Médicos de Família. Além de mais duas UPAs que serão construídas para garantir assistência integral e de qualidade a todos os moradores, agora com atendimento pediátrico e para a terceira idade. Assim como serão implantadas mais três Clínicas da Família.

Para alavancar a mobilidade de Niterói, Pezão vai investir na aquisição de mais nove barcas até 2015. Há também projetos como o BRT Corredor RJ-104 (ligando Niterói a Manilha, em Itaboraí, passando por São Gonçalo), e o BRT Corredor BR-101 (também ligando Niterói a Manilha). Projetos difíceis de tirar do papel, mas que a exemplo do Arco Metropolitano, com muita disposição, foi possível realizar.

Oportunidades de qualificação profissional serão oferecidas nas mais diversas áreas preparando os jovens para disputar uma vaga no mercado de trabalho. E para continuar avançando na facilidade de acesso ao emprego, Pezão vai criar mais quatro Centros Vocacionais Tecnológicos (os CVTs), atuando em parceria com a Faetec.

Com Pezão a mudança só começou.

A luta continua!

Quero aproveitar esse espaço para agradecer a todos o apoio que tenho recebido nesses últimos dias. Com certeza, são as palavras de carinho e solidariedade, que nos fortalecem. E reafirmo que a luta continua!

Como todos também sabem, minha ideia inicial era vir candidato a deputado federal, mas por uma vontade do partido, meu nome foi indicado a vice na chapa do governador Pezão. E como tudo pode mudar, também por decisão do PDT, deixei de concorrer à vaga, e sigo como coordenador da campanha majoritária.

O que posso dizer agora é que não vou me abater. Sigo em frente apoiando Pezão, e conto com vocês para o reelegermos governador! A candidatura de Pezão é muito importante para dar continuidade ao processo de mudanças que vivemos nos últimos anos em nosso estado.

A campanha já começou e até outubro, temos um longo caminho a percorrer. Mas, com certeza, será um caminho vitorioso! Lado a lado com Pezão vamos percorrer cada canto do nosso estado e propagar essa ideia. A mudança só começou.

Mais uma vez, muito obrigado a todos que demonstraram amizade e carinho quando mais precisei. Quem conhece minha trajetória sabe dos meus princípios e o quanto luto por uma política ética e transparente. Vou em frente de cabeça erguida. Sempre.

Minha indicação à vice-governadoria do Estado

Ontem, durante a reunião do diretório estadual do PDT, foi aprovado o indicativo de manutenção da aliança firmada entre o nosso partido e o PMDB, garantindo poderes para a executiva estadual concluir as negociações a esse respeito até a convenção partidária que acontece em junho.

Meu nome foi indicado pelo partido para compor a chapa com o governador Luiz Fernando Pezão, pré-candidato à reeleição ao Governo do Estado. Isso me coloca numa posição de grande responsabilidade, como representante do PDT nessa empreitada.

Com isso, firma-se um novo cenário diferente do qual vínhamos traçando desde que deixei oficialmente a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca (a Sedrap), e reassumi minha cadeira na Alerj, na expectativa de vir candidato a deputado.

Quero dizer que esse resultado é a continuidade de um compromisso assumido há quatro anos, quando fui eleito deputado estadual e, pouco depois, quando assumi a Sedrap, de poder fazer mais por Niterói e pelo nosso estado. A chance de seguirmos adiante com nosso trabalho em benefício da população.

Essa projeção não era algo que pensava de imediato, confesso. Meu objetivo, como disse há pouco, era vir como deputado federal, no intuito de, assim, poder fazer ainda mais por Niterói. Mas, se nesse momento, o PDT sente a necessidade de que meu nome faça parte dessa chapa majoritária, estou pronto para encarar mais este desafio.

A candidatura de Pezão é muito importante para dar continuidade aos avanços que vivemos nos últimos anos em nosso estado, e o nosso partido reafirma sua crença nesse companheiro.

Reassumo o compromisso de defender as bandeiras do PDT e de Leonel Brizola, como sempre fiz ao longo da minha trajetória na política desde a infância, quando aos nove anos fundei o Comitê Mirim. Posso dizer com orgulho que o PDT faz parte da minha vida.

Este será, claro, um desafio muito maior. Mas seguirei firme honrando o histórico de lutas, conquistas e ideais de Brizola e do PDT. Um partido que fez história no Estado do Rio de Janeiro, sempre ao lado do povo trabalhador.

“Um Rio de progresso” de Luiz Fernando Pezão

Em seu último artigo, o vice-governador Luiz Fernando Pezão faz um retrospecto dos cinco anos da atual administração. A gestão do governador Sérgio Cabral está entre as melhores da história do Estado do Rio e sou muito grato pela oportunidade de integrar essa equipe de sucesso.

“Chegamos ao fim do quinto ano da administração Sérgio Cabral. São muitas as conquistas da população do Rio de Janeiro nesse período muito especial vivido no nosso estado, depois de anos e anos de abandono. A parceria entre os três níveis de governo – federal, estadual e municipal – tem possibilitado a implantação de diversos projetos e investimentos, além de melhorar a eficiência da gestão pública. Estão programados mais de R$ 180 bilhões de investimentos públicos e privados, em setores estratégicos, nos próximos três anos. Trata-se de uma das maiores carteiras de novos investimentos em comparação a qualquer estado, província ou região do mundo. A ação mais importante que o governo Sérgio Cabral está desenvolvendo para alavancar a economia é criar um ambiente favorável ao negócio, o que tem atraído diversas empresas para o Rio de Janeiro e a expansão das já instaladas, como a Nissan, Michelin, Peugeot Citroen, entre muitas outras.
O ritmo de crescimento acelerado colocou o Rio em primeiro lugar entre os estados brasileiros na criação de empregos formais em novembro. Segundo dados do Ministério do Trabalho e Renda, o Estado do Rio registrou a criação de 24.867 postos de trabalho com carteira assinada, desempenho 0,7% maior do que o do mês anterior. No acumulado do ano, o Rio registra alta de 5,75%, o que eqüivale a 148.671 empregos gerados. Nos últimos 12 meses, foram criadas 203.22 novas vagas, o que representa aumento percentual ainda maior: 5,97%. Mais uma vez, o Rio sai na frente graças ao grande momento econômico que vive em função da política empreendedora do governo do estado.
Os avanços também são muitos em outras áreas. Vou citar alguns deles: 10,7 milhões de atendimentos nas UPAs 24h; 76 milhões de medicamentos distribuídos gratuitamente; 64 mil exames realizados pelos tomógrafos móveis; 524 milhões de viagens feitas por 2 milhões de pessoas com o bilhete único e 12 milhões de atendimentos feitos nas unidades do Rio Poupa Tempo.
Além disso, iniciamos e entregamos muitas obras, como as do PAC nas comunidades da Rocinha, Manguinhos, Pavão-Pavãozinho/Cantagalo e Alemão, com destaque para a construção do teleférico, a Linha 4 do metrô, que chegará à Barra da Tijuca, a estrada-parque Capelinha-Mauá, no município de Resende, as de saneamento e abastecimento d’água, como o reservatório de Colubandê, no município de São Gonçalo. Além disso, o nosso programa Somando Forças está investindo valores expressivos em todos os municípios fluminenses, levando saneamento, habitação, pavimentação, urbanização e aquisição de máquinas e equipamentos.
Também investimos na modernização das frotas de trens e metrô, a compra e reforma das composições e a recuperação de estações. Na rede ferroviária, distribuída por 98 estações em 12 cidades, o governo estadual e a SuperVia aplicarão R$ 2,4 bilhões. Até junho de 2013, serão recuperados 73 dos 160 trens da frota, e 120 veículos refrigerados serão colocados em circulação. A primeira composição encomendada da China deve começar a circular no início de janeiro.
Nada disso seria possível sem a paz. Uma das grandes prioridades do governo Sérgio Cabral é a segurança pública. Vemos esse combate à criminalidade não apenas como essencial para a manutenção da ordem e para a melhoria da qualidade de vida da população, mas também porque esse fator é decisivo para o desenvolvimento econômico do Rio de Janeiro.
Aumentamos o efetivo policial de 37 mil para 60 mil homens. Estamos investindo mais de R$ 30 milhões na construção do moderno Centro Integrado de Comando e Controle, que promoverá a ação conjunta de diversas instituições das três esferas de governo. Além deste, no próximo ano, vamos inaugurar outros dois projetos inovadores na área de segurança pública: a sede provisória do Bope e a Cidade da Polícia, formando um complexo de segurança especializada no Rio de Janeiro.
Nosso maior avanço tem sido a política de implantação das UPPs, que nos tem permitido retomar territórios antes dominados por criminosos. Hoje já são 18 UPPs. Com tudo isso, estamos conseguindo reduzir os indicadores de criminalidade.
O bom momento econômico e a pacificação de comunidades do Rio têm atraído mais turistas estrangeiros ao Brasil. O estado receberá 31% dos 5,4 milhões de visitantes que chegarão ao país até o fim deste ano. O Rio lidera o ranking do destino mais procurado para o lazer, concentrando 27,3% da demanda nacional. Além disso, a cidade registra os maiores índices de ocupação da rede hoteleira.
Em 2012, receberemos de volta a comunidade internacional para debatermos soluções conjuntas para as grandes questões ambientais, na Rio+20. Seremos, ainda, sede da Copa das Confederações em 2013, evento chave para testar as instalações do Rio e do Brasil para a festa do esporte mais popular do planeta: a Copa do Mundo de Futebol, que acontecerá em 2014. E, em 2015, as Olimpíadas.
Serão mais bilhões de dólares em investimentos pesados em seis áreas estratégicas: infraestrutura, transportes, saúde, segurança, meio ambiente e instalações esportivas. Nossos objetivos vão muito além do período dos Jogos. Temos a responsabilidade e o compromisso de melhorar a qualidade de vida de nossos cidadãos, prover um transporte mais eficiente e de melhor qualidade, revitalizar áreas degradadas do estado e criar um grande ciclo de desenvolvimento e de segurança.
Enfim, foram cinco anos de recuperação e progresso. Já avançamos muito, mas, sabemos que ainda há muito o que fazer! Feliz ano novo!”

Boas Notícias para Niterói (parte 2)

Continuando com as novidades, o vice-governador Pezão também pediu o Projeto Charitas X Piratininga para tentar incluí-lo no PAC Mobilidade do Governo Federal.

A parceria entre os governos Federal, Estadual e Municipal poderá ser a solução para o entrave à construção do túnel que prevê desafogar o trânsito entre o Centro e a Região Oceânica. A abertura do túnel também foi incluída no Projeto Lerner como provável rota dos ônibus de integração.

Entretando, existe uma limitação para sua inclusão no PAC da Mobilidade. O Programa visa atender cidades com população superior a 700 mil habitantes. Mas, Niterói possui cerca de 487 mil moradores. Mesmo assim, Pezão ficou de ver como poderia encaminhar isso. Vamos torcer!