Policiamento Ambiental na Serra da Tiririca

Até o fim de janeiro, deve ser inaugurada no Parque Estadual da Serra da Tiririca, a Unidade de Polícia Ambiental (UPAm). O novo patrulhamento ambiental funcionará 24 horas e contará, de início, com 22 policiais para cobrir a área de Niterói e Maricá.

A base operacional terá alojamento, rancho e um telefone para denúncias, e as principais ações serão, por exemplo, de combater o desmatamento, a exploração ilegal de areias, invasões, queimadas e o tráfico de animais silvestres.

O parque protege áreas de Mata Atlântica, restinga, costões rochosos, mangue e banhados. Devido a essa vasta biodiversidade, desde 1992, a área é considerada pela Organização das Nações Unidas (UNESCO) como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

Proteger esse espaço vai além de manter a flora e a fauna que a compõe. O Parque Estadual da Serra da Tiririca é muito querido pelos cidadãos de Niterói e Maricá e a organização da estrutura do parque é fundamental para oferecer boas condições para a prática do ecoturismo na região, facilitar o trabalho de fiscalização e ajudar na preservação ambiental da área.

Implantação do Parque Municipal e preservação da área verde

Niterói possui uma extensa área verde, de aproximadamente 650.000m², entre os bairros de Fátima, Pé Pequeno, Cubango, Fonseca e São Lourenço. Esta área tem um enorme potencial para se tornar um Parque com infraestrutura de esporte, lazer e turismo.

Sou autor da lei que propõe a criação da Área de Proteção Ambiental da Água Escondida (APA) e autoriza a implantação do Parque Municipal que garante a recuperação e preservação da área e seu entorno, prevenindo a continuidade da degradação e ocorrência de ocupações irregulares. É de minha autoria também, o projeto de lei que propõe o tombamento da Chácara do Vintém, no Bairro de Fátima, que guarda o primeiro manancial de água potável da cidade.

Realizei diversas reuniões e audiências públicas para discutir o tema. A criação da APA é o primeiro passo de um projeto maior, que envolve a identificação e proteção da diversidade biológica, a revegetação e a recuperação das áreas desmatadas ou degradadas. Com a implantação do Parque, conseguiremos conter as ocupações irregulares e a manutenção das unidades de conservação.

Na minha trajetória política, sempre defendi projetos de preservação da área verde do município. Agora não seria diferente. Como prefeito, vou ampliar essas áreas, com implantação de novos parques municipais, além de fortalecer a Guarda Municipal para proteger as áreas de preservação permanente.

Niterói tem tudo para se tornar uma cidade onde se possa engrandecer o turismo, promover a educação ambiental, a cidadania e a capacitação profissional através de ações de preservação do meio ambiente.