Mais de 600 mil exames diagnósticos realizados, em 2014, na rede estadual de Saúde

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgou, ontem, um balanço de 2014 – quando registrou mais de 600 mil exames de diagnóstico por imagem realizados na rede estadual – incluindo o Centro de Diagnóstico por Imagem do Rio de Janeiro (o Rio Imagem) e os Serviços Móveis de Imagem.

Os Serviços Móveis de Imagem, inclusive, registraram 160 mil exames realizados desde a sua inauguração, em 2009. Já o Rio Imagem registrou quase 300 mil exames ao longo de 2014, sendo a ultrassonografia e a mamografia as especialidades mais procuradas.

Outro dado relevante divulgado mostra que o Hospital Estadual Getúlio Vargas (HGV), na Penha Circular, foi a unidade hospitalar que mais realizou tomografias, sendo responsável por mais de 4.200 exames realizados entre janeiro e dezembro do ano passado.

Nas unidades móveis, o Mamógrafo Móvel – que circulou pelos municípios do interior do estado – registrou 22.710 exames ao longo do ano. A Ressonância Móvel somou mais de 6 mil exames no mesmo período. Juntos, os equipamentos móveis de imagem realizaram, em 2014, quase 50 mil exames. Um excelente resultado.

Estado investe na Saúde de Niterói com a chegada do centro de diagnósticos Rio Imagem

Excelente investimento em saúde pública, Niterói se prepara para receber, até o fim do ano, uma unidade do Rio Imagem, que vai funcionar no espaço do antigo Hospital Santa Mônica, no centro, num investimento de R$ 23 milhões.

O centro de diagnósticos da Secretaria de Estado de Saúde (SES) já conta um Rio Imagem no Centro do Rio que funciona desde 2011, com equipamentos de última geração para atender aos usuários do Sistema Único de Saúde (o SUS).

O Rio Imagem 2 terá cinco pavimentos, numa área de cinco mil metros quadrados, com três salas de raio-X, duas de ressonância magnética, duas de tomografia, cinco de ultrassonografia, quatro de eletrocardiograma e duas de mamografia.

As obras começam essa semana. Depois de inaugurado, exames como os de tomografia computadorizada de artérias coronárias e ressonância de mama poderão ser feitos gratuitamente e os resultados poderão ser retirados na própria unidade em cinco dias úteis.

Também em Niterói, a SES deve inaugurar no Fonseca uma Unidade Básica de Saúde (UBS), que vai oferecer atendimentos de emergência. Serão 59 UBSs em todo o Estado.

Sem dúvida, dois grandes investimentos na Saúde de Niterói que merece essa atenção maior. Estou na expectativa!